Sexualidade: 7 dicas para aprender a se soltar

Sexualité : 7 astuces pour apprendre à lâcher prise
Table des matières

Em nossa sociedade, a sexualidade é um assunto que costuma ser tabu e cercado de muitas expectativas. No entanto, ela é um aspecto essencial de nosso bem-estar e intimidade. Aprender a se soltar quando fazemos sexo pode nos ajudar a vivenciar momentos mais gratificantes e autênticos. Aqui estão sete dicas para ajudá-lo a fazer exatamente isso.

1. Tome consciência de seus bloqueios e crenças limitantes

1. Prendre conscience de ses blocages et croyances limitantes

Antes de mais nada, reserve um tempo para fazer uma avaliação pessoal de seu relacionamento com a sexualidade e de suas crenças sobre ela. As experiências passadas e as mensagens transmitidas pelas pessoas ao nosso redor e pela sociedade podem gerar medos e ideias preconcebidas que inibem nossa capacidade de nos soltarmos. Identifique esses obstáculos e livre-se deles.

A. Faça um exame de consciência

Pergunte a si mesmo o que pode estar impedindo você de se entregar totalmente durante o sexo. É o medo de julgamento, a falta de autoconfiança, uma história pessoal dolorosa? Isso o ajudará a colocar esses bloqueios em palavras e a entendê-los melhor.

B. Substitua os pensamentos negativos por pensamentos positivos

Depois de identificar suas crenças limitantes, tente substituí-las por pensamentos mais construtivos e gratificantes. Por exemplo, se você acha que a sexualidade é uma fonte de ansiedade, tente se concentrar nos aspectos positivos que ela pode trazer, como prazer e relaxamento.

2. Cultive a comunicação com seu parceiro

A comunicação é um elemento fundamental para deixar a sexualidade de lado. Ela cria um clima de confiança e compreensão mútua entre os parceiros. Portanto, não hesite em falar abertamente com seu parceiro sobre seus desejos, seus limites e quaisquer medos que possa ter.

A. Expresse seus sentimentos sem julgamentos

Diga ao seu parceiro como você se sente, tanto emocional quanto fisicamente, sem medo de ser julgado. Explique suas necessidades com calma e espere receber reações respeitosas e atenciosas em troca.

B. Levar em conta os desejos da outra pessoa

Ouvir as necessidades e os desejos de seu parceiro promove um sentimento de cumplicidade e igualdade que torna muito mais fácil deixar para lá. Fique atento aos sinais verbais e não verbais da outra pessoa e mostre-se empático e compreensivo.

3. Concentre-se nas sensações em vez de no desempenho

Um dos principais obstáculos para deixar a sexualidade de lado é, muitas vezes, a pressão para ter um bom desempenho. Para superar isso, tente se concentrar nas sensações e emoções que você sente e não em atingir uma meta específica (orgasmo, duração da relação sexual, etc.).

A. Pratique a atenção plena

A atenção plena consiste em estar presente no momento e prestar muita atenção às suas sensações. Aplicada à sexualidade, essa prática pode ajudá-lo a superar pensamentos parasitas e a se reconectar com seu corpo e seu prazer.

B. Exploração de novas práticas

Para sair da rotina e ampliar seus horizontes sexuais, não hesite em experimentar coisas novas com seu parceiro: posições, jogos eróticos, massagens etc. O importante é manter-se aberto e curioso.

4. Cuide de seu corpo e de sua mente

Uma mente sã em um corpo são é um ditado que assume todo o seu significado quando se trata de sexualidade. Reserve um tempo para mimar seu corpo e sua mente para aumentar sua autoconfiança e sua capacidade de se soltar.

A. Adote um estilo de vida saudável

Uma dieta equilibrada, exercícios regulares e uma boa noite de sono são fatores que promovem uma vida sexual satisfatória. Você também deve reservar um tempo para relaxar e se concentrar novamente usando técnicas de relaxamento, como meditação ou ioga.

B. Dê importância ao prazer pessoal

A masturbação é uma excelente maneira de conhecer melhor seu corpo e desenvolver sua autoconfiança. Não hesite em proporcionar a si mesmo momentos de intimidade a sós para explorar suas zonas erógenas e suas fantasias.

5. Crie uma atmosfera propícia ao relaxamento e ao prazer

O ambiente em que você faz sexo pode influenciar muito a sua capacidade de se soltar. Para criar uma atmosfera relaxante e sensual, certifique-se de escolher um local confortável, silencioso e sem distrações (celular, televisão etc.).

A. Use os cinco sentidos

Estimule os seus sentidos e os de seu parceiro usando aromas (óleos essenciais, velas perfumadas), música suave, iluminação suave, texturas (roupa de cama sedosa) e sabores (afrodisíacos naturais, brincadeiras com comida, etc.).

B. Não tenha pressa

Vá devagar e deixe-se guiar por seus desejos e os de seu parceiro. As preliminares são essenciais para deixar todos no clima e prontos para a experiência completa.

6. Aceite que você não está no controle

Deixar ir significa abrir mão do controle e aceitar que as coisas nem sempre saem conforme o planejado. Quando se trata de sexo, isso significa aceitar o inesperado (carícias estranhas, risadas, várias emoções…) sem questionar a intimidade que vocês compartilham.

A. Cultivar a gentileza consigo mesmo e com seu parceiro

Aprenda a perdoar a si mesmo por seus erros e a ver os erros da outra pessoa como uma oportunidade de aprender e crescer juntos. A gentileza e a tolerância são valores essenciais quando se trata de abrir mão de sua sexualidade.

B. Lembre-se de que cada relacionamento é único

Cada relacionamento sexual é diferente, assim como cada casal e cada indivíduo. Não tente reproduzir um modelo ideal ou comparar sua experiência com a de outras pessoas, mas sim apreciar a singularidade de seus momentos íntimos.

7. Recorra a um profissional se precisar

Se, apesar de todos os seus esforços, você ainda tiver dificuldade para se soltar durante o sexo, não hesite em consultar um especialista: um sexólogo, psicólogo, terapeuta de casal, etc. Esses profissionais estão lá para ajudá-lo a superar seus bloqueios e recuperar um equilíbrio sexual harmonioso.

Partagez la publication :

A Lire Aussi :