Os 10 tabus sobre sexo que você provavelmente não conhece

Les 10 tabous sur la sexualité que vous ignorez sûrement
Table des matières

A sexualidade é um assunto que gera muito debate e controvérsia, principalmente por causa dos vários tabus que a cercam. No entanto, é essencial quebrar esses tabus para desfrutar de uma vida sexual satisfatória e livre de restrições. Portanto, aqui está uma lista de 10 tabus sobre sexualidade que geralmente são mal compreendidos, mas que estão muito presentes em nossa sociedade.

1. As relações sexuais são obrigatórias em um casal

Não éverdade que o sexo seja uma obrigação em um relacionamento. Na verdade, cada casal tem seus próprios ritmos e desejos, e é perfeitamente possível se sentir realizado sem fazer sexo com frequência. O mais importante é encontrar um equilíbrio entre seus desejos e respeitar as escolhas de seu parceiro.

2. O sexo oral é degradante

Esse tabu é particularmente difundido e persistente em certas culturas. No entanto, o sexo oral pode ser muito prazeroso e benéfico para ambos os parceiros quando praticado com respeito e consentimento. Lembre-se de quenão existe uma hierarquia de práticas sexuais e que todos são livres para escolher as que mais lhes agradam.

3. As mulheres têm menos desejo sexual do que os homens

Infelizmente, esse clichê ainda é muito comum em nossa sociedade. Entretanto, foi demonstrado que o desejo sexual varia de um indivíduo para outro, independentemente do gênero. Portanto, as mulheres podem ter tanto desejo e apetite sexual quanto os homens, e isso não é um tabu do qual elas devam se esconder.

4. Sexo fora do casamento é imoral

Certas crenças religiosas ou culturais continuam a promover essa ideia, embora ela esteja ultrapassada. É importante entender que todos são livres para escolher suas práticas e parceiros sexuais, sem serem julgados com base em seu estado civil. O respeito e o consentimento mútuo são os principais valores de um relacionamento sexual saudável, seja antes, durante ou depois do casamento.

5. A homossexualidade é uma aberração

Embora as atitudes estejam mudando gradualmente, esse tabu ainda persiste em algumas partes do mundo. No entanto, a homossexualidade é uma orientação sexual tão natural e legítima quanto a heterossexualidade. Todos são livres para amar quem quiserem, sem serem discriminados ou estigmatizados por causa de sua orientação sexual.

6. É preciso fazer muito sexo para ser feliz

Mais uma vez, esse tabu pode colocar pressão desnecessária sobre os casais. A frequência das relações sexuais varia de uma pessoa para outra e depende de muitos fatores, como idade, níveis de estresse, saúde física ou mental etc. Não existe uma maneira padrão de fazer sexo. Não existe um padrão universal para a frequência sexual, e é importante respeitar as necessidades e os limites de seu parceiro.

7. Sexo é sempre sinônimo de prazer

Esse tabu pode levar algumas pessoas a acreditar que são anormais se não sentirem prazer sistematicamente durante o sexo. No entanto, é perfeitamente normal que algumas experiências sejam menos satisfatórias do que outras, e isso pode depender de vários fatores (cansaço, estresse, falta de proximidade com o parceiro, etc.). O importante é se comunicar com sua parceira e trabalhar juntos para encontrar maneiras de melhorar a qualidade das relações sexuais.

8. A masturbação é vergonhosa

A masturbação é frequentemente considerada um assunto tabu, especialmente para as mulheres. No entanto, a masturbação é perfeitamente natural e pode até ter efeitos benéficos para a saúde física e mental. Em particular, a masturbação permite que você aprenda mais sobre seu corpo e seus desejos, o que pode contribuir para uma vida sexual mais satisfatória.

9. Pessoas mais velhas não têm desejo sexual

Esse tabu é baseado na falsa crença de que o desejo sexual desaparece com a idade. Na realidade, a sexualidade evolui ao longo da vida e pode assumir diferentes formas em diferentes momentos. Muitas pessoas mais velhas continuam a ter uma vida sexual ativa e satisfatória, apesar das mudanças fisiológicas que podem ocorrer com a idade.

10. Problemas sexuais são raros e vergonhosos

Por fim, é importante lembrar que os problemas sexuais (como disfunção erétil, ejaculação precoce ou dificuldade para atingir o orgasmo) são mais comuns do que pensamos e afetam muitas pessoas. Não hesite em falar sobre isso com um profissional de saúde ou terapeuta especializado, para que você possa encontrar soluções adequadas e voltar a ter uma vida sexual satisfatória.

Ao acabar com esses tabus e adotar uma abordagem aberta e respeitosa em relação à sexualidade, todos nós podemos contribuir para uma sociedade mais tolerante e atenciosa em relação aos nossos desejos e práticas sexuais.

Partagez la publication :

A Lire Aussi :